quarta-feira, outubro 06, 2010

Por detrás de uma mulher chamada Marina Silva

Marina Silva, a terceira candidata à Presidência do Brasil, surpreendeu o mundo no domingo passado ao conseguir quase 20 por cento dos votos. Antes, Marina tinha sido o único alto dirigente do Governo Lula a bater com a porta depois dos sucessivos escândalos de corrupção do executivo, aliás a grande nódoa do presidente brasileiro. Ela que, por sinal, era uma das mais próximas de Lula.

Marina revelou-se líder, mas principalmente mulher de princípios e de equilibrios. "Marina - A vida por uma causa", é uma biografia assinada pela jornalista Marília de Camargo César e que conta a história dessa mulher que disse "ter padecido de todas as doenças existentes". Desde criança Marina tem a saúde debilitada, foi cinco vezes vítima da malária, contraiu hepatite e leishmaniose e, por fim, foi contaminada por mercúrio, chumbo e ferro.

Três de seus irmãos morreram pequenos: Valceli, com três dias de vida. Deuzilene, com pouco mais de um ano, e Rosilene, com seis meses, ambas de malária. O sofrimento marcou a sua vida.

A continuação, publico um trecho do livro no qual pode-se encontrar a causa de tanta convicção e do milagre que é a vida de Marina Silva.

"Marina recebeu a oração do pastor como uma "revelação de cunho espiritual", uma mensagem. Na mesma hora, quis marcar um encontro com ele, queria saber mais sobre seu trabalho. Era uma terça-feira, e ele disse que poderia recebê-la na quinta. Ela insistiu em vê-lo no dia seguinte. O pastor André sugeriu então que continuasse o tratamento. Náuseas, desorientação espacial e mal-estar eram uma condição constante. O processo de degeneração neurológica causado pela contaminação com o metal pesado não fora revertido, apenas contido. Muitas vezes a senadora saía para algum lugar, a pé, e, de repente, não sabia onde estava ou como chegar aonde queria.

Depois daquele encontro, passou a frequentar regularmente um grupo de oração. Entrava em todas as filas de enfermos para ser abençoada e ungida pelos pastores, pedindo que os amigos da comunidade intercedessem por sua saúde.

Embora se sentisse fortalecida emocional e espiritualmente, seu corpo padecia. Ficou ali cerca de dois anos, boa parte do tempo buscando receber uma bênção especial de Deus para sua saúde. Mas o que relata ter experimentado naquele templo modesto de Brasília foi algo maior. "
Encontrei-me com o Deus da bênção".

Naquela fila de sofredores, ao receber a unção com o óleo que sela a fronte dos doentes, Marina teve uma experiência mística. Atrás de um punhado de fiéis, ela esperava, de pé, sua vez de ser ungida quando lhe vieram à mente as iniciais: DMSA.

Na hora não entendeu o que se passava. Seguiu adiante, recebeu a unção e voltou para casa, ainda com as letras na mente. DMSA.

"Foi como um relâmpago que apareceu na minha mente. DMSA. Mas não entendi o que significava. Nunca tinha tido uma experiência como aquela. Quando cheguei em casa, eu me lembrei: é o remédio!"

DMSA. A droga proibida que os médicos americanos tinham mencionado que poderia curá-la ou, da mesma forma, matá-la rapidamente. Ela mal conseguia esperar o dia amanhecer para telefonar a seus médicos. Queria saber se era possível tomar o remédio no Brasil. A visão, a seu ver, significava que ela deveria tomá-lo.

"
Perguntei a meus médicos se, assinando um termo de responsabilidade e importando o medicamento, eu conseguiria tomá-lo aqui. Eles disseram que sim."

Escondeu da família a decisão. Quando a medicação chegou, ela agendou as aplicações no serviço médico do Senado, avisando ao marido que iria "
tomar soro". Precisaria de três aplicações, uma por mês. Comunicou apenas os amigos de seu grupo religioso, pedindo que orassem por ela nos dias específicos marcados para o tratamento.

"Senti uma coragem muito grande. Antes, eu morria de medo de ser envenenada. Em condições normais, nunca tomaria aquele remédio, só de saber tudo o que poderia me acontecer. Mas aquela coragem era sobrenatural. Eu tinha certeza de que não ia me acontecer nada de mal."

Seis meses depois da terceira aplicação, a taxa de mercúrio havia caído para um índice inferior à média prescrita pela Organização Mundial de Saúde, indicando que a senadora tinha sido curada da contaminação com o metal.

Desde então, Marina Silva recuperou o vigor, embora a fragilidade física seja uma de suas características. Sua dieta ainda é repleta de restrições. Ela não usa cosméticos, não come chocolate nem laticínios, ingere pouco açúcar e tem ainda uma pequena lista de nãos.

Sente-se renovada. Ao relatar sua "
história de conversão", no apartamento funcional em Brasília, numa tarde de abril de 2009, aparentava boa disposição e energia, divergindo de sua decantada imagem abatida. Estava inclusive com alguns quilos a mais, que lhe caíram muito bem.

Nessa mesma época, o doutor Eduardo Gomes, tentava agendar uma consulta para que ela retornasse ao seu consultório. Ele queria que ela retomasse a terapia ortomolecular. "
Desde que ela se converteu, passou a precisar menos de mim."


Sem comentários!

11 comentários:

Anónimo disse...

É Alvarito
A Marina supreendeu! Estou muito feliz por estar a participar desse "grande burburinho" que ela está causando no Brasil. Lembrei-me de Elias e a angustia da sua solidão, pois achava que só ele tinha sobrado de profeta enquanto que Baal eram 450. Creio que a Marina veio nos mostrar que ainda existe muita gente com sede de justiça, que busca a integridade, que valoriza a vida, a coerência nas atitudes e repudia a fraude.
E espero que a força da Marina se traduza em reformas profundas nas propostas tanto da Dilma como do Serra.
Um abraço, Iniza

Álvaro Ludgero Andrade disse...

Como é Super, tudo bem? Não vou muito no embalo dos coros evangélicos, mas ela se dstacou pelos princípios e pelo equilibrio.Continua a desfrutar, mas bô lugar é li... Estamos à tua espera. Beijos, Alvarito

Anónimo disse...

Thanks :)
--
http://www.miriadafilms.ru/ купить фильмы
для сайта blogdoala.blogspot.com

Anónimo disse...

When I originally commented I clicked the -Notify me when new comments are added- checkbox and now each time a comment is added I get four emails with the same comment. Is there any way you can remove me from that service? Thanks!
I don't generally reply to content but I will in this case. Seriously a big thumbs up for this

thanxxx
single mother grants

Anónimo disse...

Is this a premium wp theme?

thanxxx
financial help

Anónimo disse...

I was really interested in this and glad I found the info here! thank

calendario 2011
thanxxx

Anónimo disse...

thanxxx
scholarships

Anónimo disse...

minority grants

Anónimo disse...

Wonderful blog! I definitely love how it’s easy on my eyes and also the data are well written. I am wondering how I might be notified whenever a new post has been made. I have subscribed to your rss feed which need to do the trick! Have a nice day!

Anónimo disse...

I would like to thank you for the efforts you have made in writing this post. This has been an inspiration for me. I’ve passed this on to a friend of mine.

Anónimo disse...

That is quite an interesting point of view, bookmarked and stumbled!